Aracaju/SE

anuncie-aqui-visao-politica-770-100
Pesquisar
Close this search box.

Vítima de violência doméstica deixa três filhos e um rastro de boletins de ocorrência contra agressor 

Mais uma vítima trágica da violência contra a mulher em Sergipe. A morte de Caroline Gomes Oliveira Novas, de 25 anos, ocorrida no Hospital de Urgência de Sergipe após 17 dias de luta contra um traumatismo craniano. Carol, como era conhecida, foi vítima de um ato brutal cometido supostamente por seu ex-companheiro, Douglas Batalha.

Caroline, que deixa três filhos,  e um retrato das consequências devastadoras da violência doméstica. Segundo informações, ela havia registrado diversos boletins de ocorrência contra seu agressor por agressões, ameaças e perseguições. O histórico de violência de Douglas era alarmante, com múltiplos casos documentados de violência contra mulher.

O relacionamento conturbado chegou ao seu ponto mais trágico quando Douglas, incapaz de aceitar o término, agrediu brutalmente Caroline, deixando-a gravemente ferida. Mesmo diante de evidências de seu comportamento violento, o agressor escapou da justiça em ocasiões anteriores, escancarando a sensação de impunidade.

A morte de Caroline deixou sua família, amigos e a comunidade em luto, clamando por justiça e ações concretas para combater a violência doméstica. O paradeiro de Douglas Batalha permanece desconhecido, e autoridades apelam à colaboração da população para fornecer informações que possam levar à sua captura, através do disque-denúncia 181, com garantia de sigilo.

Este triste episódio reacende a urgência de medidas eficazes para proteger as vítimas e responsabilizar os agressores, pois cada história como a de Caroline é um lembrete doloroso das vidas perdidas e do sofrimento infligido pela violência doméstica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *