Aracaju/SE

anuncie-aqui-visao-politica-770-100
Pesquisar
Close this search box.

TRE nega liminar a Danielle Garcia: Vídeos sobre dívidas de campanha continuam no ar

O Diretório Municipal do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), representado por sua presidente e pré-candidata a prefeita de Aracaju, Danielle Garcia, apresentou Representação Eleitoral com pedido de tutela de urgência em face do delegado Paulo Márcio (PSDB), requerendo liminarmente a retirada imediata de vídeos do Youtube, Instagram e outras plataformas que veiculem informações sobre dívidas de campanha contraídas junto ao Única – Unidade de Informação Pesquisa e Consultoria LTDA nas eleições de 2022 e que estão sendo cobradas ao PSDB.

Na ação, a ex-candidata ao Senado pelo Podemos também pede a condenação do delegado Paulo Márcio ao pagamento de multa por propaganda antecipada negativa.

A juíza da 1ª Zona Eleitoral de Aracaju negou o pedido liminar dizendo que ao analisar “o áudio e os trechos destacados pelo representante percebe-se a preocupação do representado, enquanto presidente da comissão de contas do PSDB, em como efetuar o pagamento de todos os débitos da agremiação, não sendo possível identificar, ao menos em juízo perfunctório, pedido explícito de não voto ou ato abusivo a ensejar o deferimento do pedido liminar”.

Paulo Márcio foi citado na manhã desta quinta-feira, 27, para apresentar defesa, por meio de advogado, no prazo de dois dias. 

“Nós estamos absolutamente tranquilos em relação à correção e finalidade de nossas declarações. Já identificamos o responsável pela contratação da empresa pelo valor de R$ 136.600,00 e o porquê do desmembramento do total em duas notas, uma no valor de R$ 82.200,00 e outra no valor de R$ 54.400,00. Mas deixaremos a cargo do Ministério Público Eleitoral a análise dos fatos apontados no relatório final da Comissão Especial de Análise de Contas”, esclareceu o delegado.

Por Assessoria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *